sábado, 13 de abril de 2013

Transformando a Caloi 10 Sportíssima 76... Nela mesma!


Maio de 2011: 
Depois de procurar, por meses, nos anúncios de venda de bicicletas usadas, atrás de uma Caloi 10 Sportíssima, finalmente consegui encontrar uma, ano 1976, em Itu, cidade que fica a cerca de uma hora de São Paulo. Conforme me informou o antigo proprietário, Dalmo, eu seria o terceiro dono e, tanto ele quanto o primeiro, teriam rodado muito pouco com ela. Confirmado: Fora alguns arranhões e pequenos sinais de ferrugem na pintura, todo o resto se encontrava em ordem. Algumas peças haviam sido substituídas, mas as principais, devido aos cuidados dos antigos donos, estavam todas lá. 
Ao meu filho Hernan, a quem confiei a sessão de fotos no dia da chegada, meus agradecimentos pela produção esmerada e pelo toque poético das folhas de outono espalhadas pelo chão da garagem, grrrrr...



Estas bicicletas foram produzidas entre 1974 e 1979, com algumas características que as diferenciavam das  Caloi 10 tradicionais:
Quadro em cromo-molibdênio (mais leve)
Peças de alumínio exclusivas para o modelo: pedivela, aros, guidão, protetores de raios e de coroa
Cores: verde, amarelo, pêssego (metálicas), e preto.
Blocagens nas rodas e no selim.
Fita do guidão em tecido.


Como ela chegou:
No guidão, fita de raquete de tênis.


As peças do movimento de direção e da regulagem do freio pediam uma recromagem...


Nos cubos e nos raios, bastaria polimento...


Muitos consideravam cafona (para usar um termo da época) este protetor de coroa, e acabavam por retirá-lo. Vai encontrar um hoje...


Câmbio traseiro Suntour Honor, protetor de raios e a catraca genérica de seis velocidades.


Freios Dia Compe que equipavam as Caloi 10 aqui no Brasil, as Schwinn nos Estados Unidos, as Fuji no Japão...


Câmbio dianteiro Suntour Spirt. Este é o modelo ancestral da marca e foi utilizado nas primeiras Caloi 10 e nas Sportíssima.


Pedais KKT: item dificilmente encontrado em bom estado.


As tampinhas de proteção das roscas do pedivela estavam sem condições...


O tempo não foi camarada com este adesivo do seat-tube...


Zona Franca de Manaus: o berçário dessas maravilhas...


Algumas Sportíssima foram produzidas com uma plaqueta de alumínio no lugar deste adesivo frontal.
Trata-se de um item muito valorizado pelos proprietários e eu mesmo já sofri bullying pelo fato da minha não possuir a tal plaqueta, rsrsrs...


Aros UKAI, perfeitos: aqui, só polimento.


Detalhe da regulagem do freio dianteiro.


Número do chassis, rsrsrs...



Junho de 2011:
Início do restauro pela desmontagem do freio traseiro...


Manetes dos freios.


Wilson! Retirada da fita de raquete de tênis, rsrsrs...


Saem também os conduítes, cabos...


...pedais, câmbio dianteiro e ferraduras dos freios...


Mão na graxa: faz parte...


Peças de aço que seguiriam para cromação.


Peças de alumínio entraram no sabão e palha de aço...


Opa, já deu outro aspecto...


Dizem que remove adesivos, mas deu muito trabalho...


Uau! Ficaram parecendo novas...



Os manetes de descanso dos freios foram produzidos em setembro de 1976. Quem sabe esta Sportíssima tenha sido, neste ano, presente de Natal de algum felizardo...


A peça onde fica preso o guidão é do ano anterior, 75.


Detalhe da presilha do câmbio dianteiro...


Depois de uns quinze dias, retornaram as peças que foram tomar banho de cromo...


Detalhe do pedal...


Câmbio traseiro: aqui só foi necessário limpeza e lubrificação.



Por sugestão de um grande restaurador de bicicletas da cidade de Curitiba, desisti de repintar o quadro. A pintura não estava tão ruim e outro motivo é que eu não saberia como reproduzir a assinatura no tubo superior.
Valeu, Marcelo Afornali! Dica corretíssima!


Depois de medir e fotografar os adesivos em todos os ângulos, iniciei a raspagem dos mesmos. No começo, copiando a técnica de um amigo de Canoas/RS, com uma faca de churrasco...



Mas, depois de arrancar alguns microbifes da pintura, terminei o serviço com uma faquinha de descascar legumes. Ferramenta apropriada, rsrsrs...



Trabalho de paciência...


Raspa, raspa, raspa...


Lá se vai o frontal também...


Dezoito meses se passaram da foto anterior para a próxima, tempo que levei para encontrar uma solução para os adesivos. Em dezembro de 2012, graças ao talento e determinação do amigo Maurício Reis, de Canoas/RS (o da faca de churrasco), recebi pelo correio esta cartela de adesivos que o mesmo havia desenvolvido para sua Sportíssima, que estava, naquela época, sendo restaurada também.


Janeiro de 2013:
Início da remontagem pelo movimento de direção.


Apertando o conjunto com cuidado para não arranhar, nem infeccionar, rsrsrs...


Até aqui, tudo bem, rsrsrs...


Rodas montadas com pneus Pirelli Jet-Caju 27 x 1.1/8



Catraca Maeda Perfect de cinco velocidades no lugar da anterior, de seis...


Detalhe da guia superior dos cabos dos câmbios.



...e da inferior.


Alavancas dos câmbios no lugar...


Aqui uma substituição: blocagem de selim no lugar de um parafuso torto...


O selim que consegui não é o original (impossível encontrá-los em bom estado), mas um similar que se aproxima muito dos Ducor que equipavam as Caloi 10 desta época.


Câmbio traseiro...


Peças do pedivela e corrente.


Pronto!


Freio dianteiro...


...e traseiro.


O câmbio dianteiro ficou como novo...


Colocando os conduítes e os cabos...


... instalados.


Hora dos adesivos...


Técnica para encontrar a posição correta antes de fixá-los...


Tá no lugar? Agora é só retirar as duas metades, como nos Band-Aid ...


Este fica no seat-tube, no lugar daquele carcomido que mostrei nas primeiras fotos...


No lugar: Show!


Hora dos ajustes...


Ignorando a placa que informa ser ali local de trabalho,  lá vou eu, de novo, encher o saco do pessoal da MF Bikes, na Penha...
- Ei Fábio, passa esta idosa na frente que ela tem prioridade no atendimento, rsrsrs...


Para finalizar, os pedais...


...e os adesivos do tubo transversal, alinhados exatamente sob os cabos.


Pedais e adesivos no lugar: agora falta pouco...



Tampinhas do pedivela: Saem as de cima e entram as de baixo, usadas, mas em melhor estado.


Instaladas!


Fita do guidão...



... e as tampinhas...


Achei que dava mais trabalho colocar estas fitas. Dica: enrolar de baixo para cima.


Sorte de principiante: acertei na primeira...



99% ...


Os adesivos dos freios chegaram pelo correio aos 45 minutos do segundo tempo...


Fevereiro de 2013:
100% concluída!


Oportunidade para mostrar também o canteiro que eu cuido ao lado de casa, rsrsrs...






Reprise 1: sim, vocês já viram este pedal antes...


Reprise 2: gostei desta blocagem, rsrsrs...




Close do selim...







FIM...da primeira, rsrsrs..                                                                                            


64 comentários:

  1. Eh o meu "ex selim" ?!
    Ficou linda a bike e muito bem montada a ressuscitação dela, parabéns !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Edu.

      Comprei este selim no EBay. O seu "ex" está guardado para a próxima...

      Excluir
  2. Tio. Impressionante. Muito legal o trabalho! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Aê, Darcião: "fim da primeira" foi sugestivo..rrr

    Parabéns por essa maravilha de restauração e paciência.

    Carlos

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Darcio, fantástico resultado, dedicação e amor a essa belíssima sportissima, objetivo conquistado, resta apenas pedalar esse ícone da industria ciclística brasileira !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Sávio! Parece que foi ontem que comentei com você que estava restaurando uma Sportíssima... Naquela época você tinha acabado de adquirir uma Colnago. Está com ela ainda? Abs, Darcio.

      Excluir
  5. Muito legal,tio! Deve ter dado uma canseira, mas o resultado compensa. Quero ver de leva-la para a rua agora...
    Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Los Restauradores de la TV Americana quedaron pequeños. Lindo trabajo. Te felicito. Un abrazo
    Oscar

    ResponderExcluir
  7. Que linda Dárcio...e que dedicação ao seu hobby. Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Parabens pelo excelente trabalho de restauração! Porém, falando na condição de quem já teve e usufruiu de exemplar desses, não uma sportissima, porém uma versão bem mais simples com alguns enxertos da tal, como os freios Dia-Compe em dura-aluminio, te pergunto: Fora o saudosismo, para que mais serve isso??? Já que hoje, depois de décadas do fim da "muralha comercial" que isolava "oficialmente" todo o brasileiro de comprar, e na "prática" de pagar um preço justo por uma Wilier, colnago, pinarello e etc. Finalmente podemos hoje adquirir um bom equipamento a nível de competição, coisa que a sportissíma nunca foi, pelo fato de ser uma bicicleta de passeio, apesar de ainda ter-mos que pagar um sobre-preço de 80% na forma de impostos. Mas mesmo assim um custo razoável! Obs: Tenho hoje, um modelo Kuota de fibra-de-carbono, equipada com grupo campagnolo centaur, e paguei por isso tudo algo em torno de R$ 8000,00. Reintero: Para que ressucitar isso?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu nome é Fernando, e li atentamente o que escreveu. Darcio, meus parabéns pelo trabalho. Tenho uma também e sei da dificuldade enorme em conseguir as peças dessa bicicleta. Montei a minha com equipamentos mais modernos. Agora respondendo ao amigo que pelo jeito não conhece muito bem a Sportissima. Essa bicicleta é um caso a parte da Caloi, para a época essa bicicleta tinha equipamentos de ponta que não perdiam ou se perdiam era por muito pouco para as bicicletas europeias. Então eu lhe pergunto, pra que pagar mais por uma Colnago, uma Pinarello ou algo parecido se temos um ícone nacional. Uma bicicleta extremamente confiável por um preço muito melhor. Isso tudo não considerando o fato de que esse tipo de trabalho que o Dárcio fez é muito prazeroso. Pegar uma bicicleta que tem história e trabalhar de modo que se obtenha um resultado como esse não tem preço. É satisfação que só quem faz sabe do que estou falando. Mais uma vez Darcio meus sinceros parabéns!!! Simplesmente magnífica!!!

      Excluir
    2. Com todo o respeito gostaria de fazer alguns comentários

      1) "Tenho hoje, um modelo Kuota de fibra-de-carbono"
      R: Você quer comparar uma bicicleta histórica sonho de consumo há quase 40 anos atrás com uma marca italiana que só começou em 2006 e que tem uma porrada de quadros made in china a venda por aí...você só pode estar de brincadeira.

      2)"equipada com grupo campagnolo centaur"
      R: O grupo Campagnolo Centaur faz parte dos grupos meia boca" ou custo performance para ficar menos feio, a Sportíssima na época era equipada com grupo Suntour Sprint na dianteira e Honor na traseira, que hoje em dia seria equivalente ao grupo Chorus/Record....

      3) "paguei por isso tudo algo em torno de R$ 8000,00"
      R: Não nos interessa quanto você pagou pela sua bicicleta.... hoje qualquer um pode comprar uma bike, já vi gente trocar um carro por uma bicicleta.

      4) Reintero: Para que ressucitar isso?????"
      R: Reitero (não é reintero) que você está no blog errado, entendemos ou seu ponto de vista mas os seus comentários não acrescentam em nada o belíssimo trabalho feito pelo Dárcio.

      Excluir
  9. Ficou linda, más acho que valeria a pena pintar.
    Me deu inspiração para fazer o mesmo com a minha.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns! Ficou lindíssima sua bike.
    Abs,
    Plínio Revorêdo

    ResponderExcluir
  11. Sensacional!
    É inspirador. Comecei a recuparar uma, aqui em Brasília, de 1976 e, também, cor verde. Porém estou precisando dos aros originais, em alumínio. Se alguém puder dar uma dica, agradeço. Um abraço, Marcos.

    ResponderExcluir
  12. Eu postei a mensagem de 14/10 e esqueci de perguntar. Você saberia indicar as especificações da tinta verde? Abraço, Marcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, entre em contato comigo através de Facebook: Darcio Herrero.
      Ou por e-mail: darcioherrero@gmail.com

      Excluir
  13. OK. Obrigado. Um abraço, Marcos.

    ResponderExcluir
  14. Amigo parabéns pela bicicleta !
    Graças a voce descobri o ano da minha caloi 10 no manete do freio ta marcado 08 81 nos freios estão marcando 11 80 ela deve ser entre 80 e 81 mais ou menos quando comprei era verde igual a sua isso em 91 mais ou menos agora estou pensando em restaurala pois me deu muitas algrias essa bike foi minha primera bicicleta de marcha hoje ninguem sabe oque é anda de monareta mesmo todas tem marcha. valeu um abraço

    ResponderExcluir
  15. Tenho uma sportissima pessego para reforma nao sei o ano , com plaquetinhas,peças em aluninio, adesivo tudo original,alguel tem interesse? emc273@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. Olá amigo parabéns pelo belo trabalho, sou restaurador de autos antigos, e tenho uma sportíssima que estou restaurando, além de outras caloi 10, que serão restauradas, a minha sportíssima é original preto, e em breve estarei postando imagens da restauração, vamos nos falando, um grande abraço e mais uma vez meus sinceros parabéns. Att/. PANTHIOL.

    ResponderExcluir
  17. Posso dizer que fiquei até emocionado. No fim da década de 70 e início dos anos 80 tive várias caloi 10 e uma caloi 15 de 79, essa última trocada por uma sportíssima também verde. Vendo suas fotos reavivei a memória dos componentes em suas minúcias o que foi muito bacana, como já disse até emocionante, pois montava e desmontava seguidamente...outros tempos...era o sonho de qualquer adolescente na época...lembro da sensação de conquista quando consegui uma depois de anos! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  18. OLA meu claro amigo já tive uma caloi 10 Sprint preta pois fui a minha segunda bicicleta, hj tenho uma caloi 100 falta so botar um grafo amortecedor de alumínio e da uma pintura e adesivos novos, mas vou comprar um quadro de caloi 10 de 1970, o cara me da pintada na cor que eu quero por 100,00 reais, depois vou botar peças de alumínio e shimano para finalizar vou botar fotos no meu Facebook, mas devo começa esse de fevereiro em diante, meus parabéns pela bike falou sergio.
    O meu facebook é sergiofernandedemelo

    ResponderExcluir
  19. Darcio, parabéns pelo trabalho. Fiquei muito bem impressionado! Queria arranjar um par dessas tampinhas de gudião para a minha Sportíssima. Sabe onde posso conseguir? Obrigado, e um grande abraço. Rodrigo

    ResponderExcluir
  20. Olá, estou restaurando uma caloi 10 também e gostaria de lhe perguntar qual o cuto para cromar, é muito alto ?

    ResponderExcluir
  21. Cara, sensacional! Olhei as fotos e li os textos várias vezes! Estou para restaurar uma também! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  22. Rapaz essa blocagem de freio é uma loucura, achei quem as vendesse (incompletas) a 100 reais! Impraticável... O banco realmente não dá mais pra encontrar, mais tenho que dizer...Se fosse um carro daria chapa preta pra ela...rs
    Estou na minha Odisseia pra encontrar peças para minha Caloi 10, só esbarro no fato de ser de 91 ( 22 anos). Ai tenho que buscar na internet raridades como a sua para saber o que devo procurar...O respeito a composição original e a história da bike é fundamental, especialmente pra mim que sou historiador... Vc esta de parabéns, sua bicicleta ficou linda... Quero saber do amigo só um coisa! Onde consigo blocantes e pedais como esses originais....E a um preço "praticável". Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vinicius. O modelo 91 não saiu com as blocagens de freio, mas um modelo fixo. Se você quiser colocar do modelo antigo, aparece as vezes no Mercado Livre e no EBay. Pedais KKT, idem. Ainda ontem encerrou-se um leilão no Ebay de um par de KKT em alumínio, mas o vendedor não entregava no Brasil... Adicione-me no Facebook: Darcio Herrero.

      Excluir
  23. Darcio, parabéns pelo capricho. comprei recentemente uma Caloi 10 ano 1976, porem bem judiada. Gostaria de manter com ar vintage porem com peças novas. Sabe me informar se encontro em algum local a referencia de cores do quadro para este ano, uma vez que o dono anterior pintou a bicicleta toda de preto com spray. Grato, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo! No ano de 1976 o modelo standard foi produzido nas cores azul, amarela, branca e prata (acho que só). Já pesquisei e não obtive sucesso nesta questão. Talvez a saída seria buscar imagens das Caloi deste ano na internet e tentar chegar ao tom correto por tentativa e erro.

      Excluir
  24. Olá amigo, tirei da garagem do meu irmão uma bike que se parece demais com essa, Eu gostaria de restaura-la também. Gostei muito de como ficou as peças cromadas.
    Quais produtos você usou para deixa-las assim?
    Linda sua bike

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo! Reuni todas as peças de aço, até os menores parafusos e porcas, e levei para uma empresa de cromação. Se você estiver em São Paulo, posso indicar onde fiz o trabalho.

      Excluir
  25. Eu fico grato, meu email e jailsonbms@yahoo.com.br.
    Estou muito empolgado com essa bike. Desde já agradeço pela sua atenção.

    ResponderExcluir
  26. Ficou top! Parabéns! Estou reformando a Caloi 10 do meu pai, já tem uns 37 anos e está em ótimo estado!

    ResponderExcluir
  27. amigo darcio a restauraçao ficou perfeita meus parabens tenho tambem uma sportissima verde que comecei a mexer mais vou preservar o maximo de originalidade pintura e adesivos ate as sapatas de freio sao dia compe gostaria de saber a onde voce comprou o adesivo das ferradura e o do tubo frontal tenho outros modelos de caloi 10 mais essa e especial obrigado e susseço nos proximos projetos teofilo rio de janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teófilo, entre em contato comigo por e-mail: darcioherrero@gmail.com ou pelo Facebook.

      Excluir
  28. trabalho bem feito,sou amante de bicicletas antiga

    ResponderExcluir
  29. Darcio... Parabéns pelo trabalho e pela maravilha que ficou !! Faço questão também , de registrar e agradecer sua atenção referente " À CARTELA" que me enviou através do Luis . Um Fraterno abraço. Marcos

    ResponderExcluir
  30. Bom trabalho Dárcio. É um prazer que está se espalhando e inflacionando as peças mas quando se tem um bom resultado, como este, é emocionante. Principalmente para quem foi moleque nesta época. Tenho uma 76 com peças ( para melhor ) trocadas no final da década de 70 e outras também originais que foram repostas após a restauração. Vamos trocar informações! Abraço. Fernando Barros.

    ResponderExcluir
  31. Cara, parabéns pela restauração,tenho uma sportissima ano 77 , mas a numeração da minha começa com as letras CS,o que eu entendo ser de caloi sportissima.o que você sabe sobre isso?

    ResponderExcluir
  32. Parabéns excelente revitalização, esse verde é a mais bela cor das Sportissimas! gostaria de postar a minha 76 original aqui mas não sei como. José A

    ResponderExcluir
  33. Belo trabalho.Valeu cada segundo do seu empenho.

    ResponderExcluir
  34. ficou linda. estou com um par destes pedais pra vender (kkt rt-sf) em perfeito estado, vendo barato (bispomdp@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  35. Amigo, os Pneus são os Pirelli originais?

    ResponderExcluir
  36. Eu gostaria de restaurar minha caloi 10 voce pode me informar onde encontro peças?

    ResponderExcluir
  37. poxa vida eu tive uma igualzinha ate a cor vendi por 150 reais em 2005 , estou muito arrependido

    ResponderExcluir
  38. Parabéns. Fantástica. Me deu coragem pra mexer na minha Monark 10.(não é cromoly, mas tá valendo).

    ResponderExcluir
  39. parabens pelo excelente trabalho Darcio você esta de parabens! Só houve um equivoco ao citar que a caloi 10 sportissima seja de cromoly, a unica speed de cromoly foi a caloi 12 super italy, eddy merckx e a caloi osaka moutain bike! Quem me tirou a duvida foi um amigo " Firmino" que trabalho uns 25 anos na caloi fabrincando as mesmas, estudo speed`s ha uns bons anos desde que comecei a competir , ja tive a sportissima e sabia que não era de cromoly ,mas preferi confirmar com um construtor! abraços darcio incrivel a sua restauração! parabens

    ResponderExcluir
  40. Brother... ficou muito show! Ganhei uma Caloi 10 ano 75... e você já me me deu um norte bacana no sentido de restaurá-la. Abraço e parabéns pelo excelente trabalho!

    ResponderExcluir
  41. Parabéns linda não me canso de ver seu trabalho vou adicionar vc no face preciso tirar dúvidas.

    ResponderExcluir
  42. Parabéns linda não me canso de ver seu trabalho vou adicionar vc no face preciso tirar dúvidas.

    ResponderExcluir
  43. Fala, meu! Ficou muito bom. E quanto custou toda essa reforma? Abç

    ResponderExcluir
  44. parabens.simplesmente uma obra de arte adoro essas bikes

    ResponderExcluir
  45. Saudações! Abriu meu apetite, vou recuperar uma Esportíssima ano 76, boa sorte!!

    ResponderExcluir
  46. Boa tarde
    Bom estou com uma c10 prata ....quando comprei achei que a reforma feita pelo dono anterior estaria melhor coroa empenada câmbios pintado com coligem desidi por um grupo shimano tourney . Vou guarda td pra no futuro montar uma c 10 o mais original possível , minha pergunta é para clomar as peça tipo câmbios é preciso desmontar td ou não ?

    ResponderExcluir
  47. Parabéns pelo excelente trabalho e pelo bom gosto. Inspiradora a sua iniciativa. Tanto que eu comecei a restauração de um Caloi 10 1979! E gostaria muito de tirar duas dúvidas práticas com você (se possível):
    1º) O pedal KKT e o Ducor (que parece uma cópia do japonês) tem um rebite que prende os "olhos de gato". Como você retirou eles para a cromagem e, depois, recolocou com tanta perfeição?
    2º) Essa blocagem de selim Suntour. Também quero uma!
    Grande abraço e sucesso sempre! (Att. Leandro Ataides)

    ResponderExcluir
  48. CARA FICOU PERFEITA! ESTOU COMPRANDO UMA ANTIGA TAMBÉM E QUERO DEIXAR ELA TOP, NÃO PROCURO DEIXAR ELA ORIGINAL POIS NA MINHA OPINIÃO ACHO AS MODELOS NOVAS MAIS BONITAS MAIS VOU TENTAR FAZER ELA FICAR TOP... ME INSPIREI NA SUA FORÇA DE VONTADE E DETERMINAÇÃO.
    MEUS PARABÉNS AMIGO.

    ResponderExcluir
  49. Onde encontro estas blocagem de selim?

    ResponderExcluir
  50. show de bola, também estou tentando restaurar a minha, com alguma peças trocas, não sei onde achar

    ResponderExcluir
  51. Parabéns pelo blog. O freio que fica mais acima é o da frente ou de trás? Pergunto pois tem uma caloi lá no meu tio (guardada sem uso) só com o freio na parte mais abaixo. Qual o nome do freio mais acima? Tem como colocar ele, já que na bike, só tem o freio mais abaixo? Obrigado

    ResponderExcluir
  52. boa tarde sou do RS acabei de comprar uma caloi 10 e olhando suas fotos deu pra perceber que é este modelo da sportissima, fiquei muito felis de ver sua restauração vou tentar deixar a minha em perfitas condiçãoe tambem.

    ResponderExcluir
  53. Por favor, acabo de comprar, e ainda não recebi, um quadro da Sportíssima. Por favor sabe me informar o tamanho do canote de selim dela? Obrigado. Aguardo resposta quando isso for possível.

    ResponderExcluir